Os Males da Gestão baseada em Project

É Comum ver gerentes de projetos tradicionais utilizarem a ferramenta MS Project ou genéricos, mas muitos usam independente da marca do produto PERT e GANT. Acredito que em certos cenários em que as coisas são muito previsíveis é possível usar esse tipo de ferramentas, mas em muitos cenários de desenvolvimento de software isso pode se transformar em um problema.

Muitos profissionais consideram a gestão baseada em Project um erro, por que alguma vez na vida alguem acertou aquelas datas? Por que isso acontece? Será que a gestão baseada nesse ferramenta pode ser catastrófica? Neste poste vou tentar responder essas e outros perguntas com a minha experiência com essa e outras abordagens de gestão de projetos.

O que é gestão de projetos?

Para muitos a resposta dessa pergunta é controle. Mas isso é herdado de outras áreas onde a gestão de projetos existe, o problema é que o pessoal não se fraga que desenvolver software é diferente de:
  • Construção de um Planta
  • Produção de um filme
  • Construção de navios
  • Instalações de sistemas e produtos
Por que? por que todos esses itens a cima só podem ser usadas quando estão totalmente acabados e quando falamos de software isso não é verdade. Pois se você tiver uma funcionalidade que tenha valor para o negócio é possível colocar isso em produção e o cliente usar o recurso, isso não ocorre com a construção de um navio por exemplo por que você não consegue usar parte do navio ele só tem valor para o cliente quando ele está 100% pronto.



O problema é quando o gerente quer gerenciar um projeto de desenvolvimento de software com a mentalidade da construção de uma planta, ai começa o caos, dai surgem muitos projetos desenvolvidos em cascata.

O Que é a Gerência de Projetos para mim

Isso significa remover impedimentos da equipe para que ela consiga andar, é saber lidar com as pessoas e gerenciar suas expectativas e não tomar decisões sozinho mas sim com a equipe. Gestão por controle é um erro, não funciona para software, não é produtivo e não dá bons resultados além de afastar as pessoas.

Largue o controle de mão e fique com os resultados, sempre que um projeto de desenvolvimento de software inicia ele é um evento novo e único e por isso você não tem como prever o que via acontecer, você pode usar boas práticas como gestão de riscos e mudanças, mas não pode querer controlar tudo por que não funciona.

Mas por que isso continua acontecer

Por que uma necessidade que todos tem em um projeto é acompanhar o progresso do projeto e depois passar essa informação a stackholders. Essa preocupação existe muito forte por que a entrega de software é baixa, se você realiza-se mais trocas de versão e com mais freqüência não teria que estar dando status do projeto tão freqüentemente aos seus stakeholders.

Então vem a questão, como mensurar o progresso? Bom o project nos dá as colunas que se auto calculam e quando você aumenta o progresso de uma atividade ele mostra o progresso no projeto de um maneira geral. Isso é um erro pois dá uma falsa ilusão de progresso que muitas vezes não existe. Sem falar nas intermináveis horas gastas para realocar atividades e mover coisas para frente e quando você para pra ver certas coisas perdem o sentido e não tem mais por que ser desenvolvidas.

Para alguns quando falamos de gerência de projetos eles já associam diretamente na cabeça deles uma coisa project, GANT e PERT e isso é um problema, pois muitos projetos não podem ser gerenciados dessa forma.

E os Planejamentos muito detalhados

Quanto mais detalhes tem o seu planejamento mais tempo você perde com ele e menos efetivo ele é. Planejamentos detalhados no inicio do projeto são piores ainda pois a incerteza é tão grande que digo que é quase impossível que aquilo vire realidade.

Você pode usar o project mas tente dar o mínimo de detalhes. E tente quebrar as atividades somente na hora de executa-las e por favor use a função de apagar tarefas e atividades. Se no meio da execução você percebe que algo perdeu o sentido por favor apague aquilo.

E a colaboração? Envolvimento?

Com esse tipo de ferramenta humm não se se existe. Por que as pessoas não se sentem bem com algo que não funciona e que muitas vezes elas não conseguem ver valor , até por que muitas vezes não existe valor senão os dados históricos que a organização ganha. Mas quanto a dados históricos existem outras maneiras de fazer isso de maneira mais colaborativa e mais divertida.

O Envolvimento é importante, sem envolvimento você não tem uma equipe, o project ajuda a separar as pessoas se usado de forma errada. Estou pra dizer que vi muito poucos usa-los de forma correta.

A priorização

A priorização é uma coisa que não é levada em consideração no Project e digo mais o dispersivo é alto, por que a medida que o tempo passa as coisa perdem o sentido ou simplesmente o cliente não precisa mais daquilo então fica aquele treco vermelho na tela lhe irritando e lhe dizendo que você está indo mal e que está atrasado. Mas e a mudança de prioridades? E a re-priorização? O Semancol?

Por essas e outras o uso errado de Project pode ser mais problema do que solução, ou você afirma que acertas as datas , atividades e marcos?

Então nesse cenário está feita a confusão e tudo ajuda a piorar pois a clareza começa a se perder, por isso recomendo você ver outros meios de gestão, baseados em objetivos por exemplo e se possível combinado com Scrum.

Abraços e até a próxima.

Popular posts from this blog

Telemetry and Microservices part2

Installing and Running ntop 2 on Amazon Linux OS

Fun with Apache Kafka