Posts

Showing posts from June, 2009

Serviços em SOA

Image
Quando falamos de SOA é inevitável falar de Serviços. Eles são a base de SOA, na indústria de software existe grande confusão e discórdia sobre esse assunto. Neste post vou falar qual é a minha perspectiva sobre o assunto, vou comentar o que eu considero um serviço e o que eu não considero um serviço.

Também vou falar sobre os tipos de serviços e como podemos implementar cada um deles, neste ponto existe bastante confusão e o pior existe uma forte junção disto ferramental e soluções prioritárias, comentarei isso mais para frente.



O Que é um Serviço?

Tentando Desenvolver um Serviço?

Essa é um pergunta simples mas nem sempre você vai ouvir uma resposta simples. Existe muita discórdia sobre o que é ou o que não é um Serviço. Para mim um serviço é:

Alguma funcionalidade de negócio que foi implementada e pode ser acessada por vários sistemas.Segundo as minhas crenças um serviço não precisa ser necessariamente reaproveitável, pois você pode ter várias funcionalidades de negócio que só servem a u…

Consumindo Webservices em Groovy com GroovyWS

No post anterior mostrei como criar um Webservice wsdl de forma fácil usando Spring Framework, Apache CXF, Anotações e tudo isso rodando no servidor da ORACLE o Weblogic. Nesse post vou mostrar como é simples de consumir o mesmo Webservice do exemplo anterior usando Groovy.

Para isso vamos precisar do module do Groovy chamado de GroovyWS, você precisa baixar a solução aqui. Vou usar o mesmo Webservice construído no post anterior que esta aqui: http://localhost:7001/spring-cxf-pojo/DateService?wsdl eu instalei direto no diretório $GROOVY_HOME/lib e colei o jar groovyws-standalone-0.5.0.jar.

Agora basta executar o seguinte código, eu fiz isso pelo groovyConsole mesmo, tente você também:

/** * Script Groovy que faz o consumo de um Webservice WSDL com groovy usando o module de GroovyWS. * * @autor Diego Pacheco * @since 15/06/2009 * @version 1.o * */ import groovyx.net.ws.WSClient proxy = new WSClient("http://localhost:7001/spring-cxf-pojo/DateService?wsdl", this.class.cl…

WebServices Fácil com Apache CXF, Spring e Anotações no ORACLE Weblogic 10.3

Image
WebServices é um padrão aberto que é muito utilizado, porem fazer um WebService escrevendo a WSDL pode ser uma tarefa pesada, usar ferramentas pode ser uma boa, mas isso pode gerar uma dependência com seu fornecedor de ferramentas. Vou mostrar como pode ser fácil e simples criar um Webservice com WSDL, sem você ter que criar uma linha de WSDL, como?

Usando duas excelentes soluções de mercado, Apache CXF veio do bom e velho XFire,Tempos passado eu fiz um poste sobre Spring e XFire, para dar mais facilidade, produtividade, simplicidade e outros tantos recursos vamos usar isso tudo em conjunto com o Spring Framework. Vamos fazer tudo isso usando anotações, no final você vai ver que com 6 arquivos, vamos fazer uma solução muito simples.

Não se preocupe para cada Webservice você não precisara criar 6 arquivos, por que 2 desses arquivos são o pom.xml do maven de dois projetos e um arquivo é o web.xml. Outro arquivo é um xml de beans do spring que pode ser reutilizado na criação de outros se…

Novo Recurso de Plugins no Firefox

O Firefox continua a inovar com plugins. Recentemente eles lançaram as coleções, que são conjuntos de add-ons(plugins), já existem alguns prontos e você pode verificar isso no site oficial aqui.

Além disso agora você pode criar a sua coleção, para isso você tem que criar uma conta de usuário, isso é bom por que além de você não perder mais seus plugins pode deixar eles abertos para que as outras pessoas vejam a sua lista.

Eu criei a minha coleção de plugin já :) Vocês podem acessar a minha coleção neste link. Você pode saber mais sobre o assunto no blog da mozilla. Para criar a sua coleção você precisa do plugin gerenciador de coleções que pode ser instalado no firefox por aqui.

Aproveito para indicar 3 plugins para vocês, foram os 3 últimos que eu instalei :) São eles:
WiseStamp - Email signatureFoxTabPower TwitterO WiseStamp gerencia as assinaturas de e-mail, e com ele você pode inserir a sua assinatura em qualquer página, muito útil para quem participa de muitos fóruns e discussões on-…

BPM com BizAgi Process Modeler

Image
Faz alguns meses que um amigo(Cássio Dias) meu me indicou a solução de BPM do BizAgi, neste post vou falar um pouco mais dessa solução e da ferramenta free que eles possuem de modelagem de processos de negócio.

Solução de BPMS

BizAgi tem uma solução de BPM, ou seja, um BPMS, essa solução completa é paga. O que é gratuito é a primeira parte do ciclo deles que é a modelagem, o BizAgi Process Modeler, que é 100% compatível com BPMN 1.1.

A Solução deles é completa, com simulação, BAM e tudo mais, nesse post não vou falar da solução completa de BPMS mas sim da ferramenta de Modelagem.



BizAgi Process Modeler

Com essa solução você pode fazer a identificação e design de processos que existem ou vão ser criados. O editor é muito parecido com o Office da Microsoft. Isso é bom por que aproveita o modelo mental dos usuário e faz com que o uso da ferramenta seja facilitado.


É muito fácil de desenhar um processo com essa solução, por que quando você clica em qualquer componente ele já dá as opções de…

BPM sem BPEL Parte 2

Image
No post anterior, escrevi um pouco sobre BPM e bem como andam os padrões que seguem esse modelo, neste post pretendo falar sobre a ligação de BPEL com BPM. Vou citar outras referencias que confiram a minha visão de que BPM e BPEL talvez não seja o casamento perfeito.

Quando falamos de BPMN, BPMS, simulação, estamos falando obrigatoriamente de BPM. Se falarmos de WS-BPEL, WebServices, WSDL podemos estar falando de SOA, mas nem sempre, usar WS-BPEL, WebServices, WSDL não significa ter SOA. Se você quiser saber mais sobre SOA pode ler esses posts:
SOA: Cuidado com o Lock-InSOA sem BPMN e WebServicesO papel do ESB em uma solução SOASCA com Java Parte 1SCA com Java Parte 2A Diferença de EA e Arquitetura de SoftwarePara maior entendimento desse post, recomendo muito a leitura do post anterior e esses outros posts que fiz sobre BPEL:
Como vamos de BPEL Parte 1Como vamos de BPEL Parte 2 - ODE
Nos posts anterior sobre BPEL falei dos pontos positivos e neste post vou mostrar os pontos negativos do…

BPM sem BPEL Parte 1

Image
Com a crise econômica mundial, que tal reduzir 20% dos custos de sua empresa? Bom né? Pelo menos é isso que promete o Gartner se você usar BPM. Segundo ele seguirem a adoção de BPM podem ter esse lucro nos primeiros 12 meses, eu não duvido.

70% das empresas que usam BPM dizem que essa é a sua salvação, a idéia não é nova, com crise ou sem crise os preços tendem a ser ditados pelo mercado, então uma boa forma das empresas irem para frente é melhorar a qualidade dos seus processos internos e diminuir custos.

O que é Business Process Management?

Esse é um modelo gestão baseado em processos, a idéia é mapear e modelar os processos da empresa para ter um conhecimento maior de como as coisas funcionam e poder otimizar o processo. Tal tarefa de mapeamento pode ser feita com qualquer ferramenta estilo fluxograma.

Para mapear um processo não importa se a sua ferramenta é o MS Visio, IBM Modeler, BizAgi ou até mesmo o MS Excel. Quando falo em mapear não falo só no mapeamento, que é um tarefa de eng…

FDD: Um Método Ágil e Eficiente

Image
Neste post vim falar um pouco mais de FDD, que além de ser um método ágil tem uma grande eficiência e aderência a requisitos. Vou dar uma visão geral de como o método funciona e como podemos mixar o método com outro método ágil chamado de Scrum.

Se você quiser saber mais sobre Scrum, pode ler outros posts que tenho sobre o assunto a baixo:
ScrumO que faz a diferença usando XP, Rup, Scrum ?Scrum não substitui gerenciamento de projetosEstimando com ScrumGerenciamento de Níveis com Scrum e RUP parte 1
Gerenciamento de Níveis com Scrum e RUP parte 2O Melhor do ScrumVoltando ao FDD, o método é iterativo incremental e funciona muito bem com iterações curtas de duas semanas, você pode usar um timebox maior, mas eu recomendo muito o uso desse timebox, para mim o foi o que melhor funcionou.

O FDD foi criado por Jeff De Lucca em 1997. FDD é um método que prega a visibilidade do estado projeto de forma consistente e honesta. Você consegue saber quantas funcionalidades já foram desenvolvidas e quanta…