A Carta Papal da TI e o Foco

Existe um anti-pattern de comportamento nas empresa que trabalham com software de alguma maneira. De facto não é um problema só, são vários, este mal assola toda indústria de software, algumas empresas já estão livres desse mal e outras não, as vezes só algumas pessoas nas empresas tem esse tipo de comportamento em outras isso é como colocar veneno no ar condicionado.

Acontece o Problema

Os problemas estão na natureza de qualquer trabalho, não existe profissão em que os problemas não ocorram, mas a grande questão é como você lida com esses problemas. Existem várias formas de lidar com os problemas, algumas delas(mais comuns em alguns cenários) são:
  • Fingir que o problema não existe
  • Empurrar o problema com a barriga e achar que do nada tudo ira se resolver
  • Não reportar o problema, não discutir o problema com a equipe
  • Fingir que o problema não é tão critico
  • Usar uma solução que não resolve o problema, mas não incomoda ninguém
E assim por diante, em muitos casos para resolver um problema você tem que ter jogo de cintura, ter malandragem, saber jogar com as peças que tem e até mesmo se fazer de bobo. Em outros casos alguem tem que botar o dedo da ferida e faz alguma coisa mais séria para mudar alguma situação.



A Carta Papal


Sim a carta dele

Em algumas empresas para colocar um vírgula que está fora do planejamento é necessário um carta papal com a autorização do papa pra tal medida. Em outros casos isso é mais extremos em vez de ter um carta papal temos que ter a carta papal dos 3 últimos papas devidamente protocoladas e autenticadas no cartório celestial pelo anjo querubin e se possível assinado com foto digitalizada de Deus.

Sou católico e acredito em Deus, meu objetivo não é falar mal da igreja ou do Papa, mas sim mostrar de forma engraçado o quando pode ser difícil mover a ações de algumas pessoas para mudar alguma coisa. O mais engraçado é que para cumprir tabela e continuar fazendos coisas sem sentido ou seguindo planos falidos com datas que nunca seriam alcanças é uma coisa sadia e normal para algumas pessoas, agora botar uma vírgula vai requerer a autorização que já lhes disse.

Qual é o Foco?

No que devemos nos preocupar? Em manter a nossa imagem perante a empresa e a diretoria? Não tomar um hadouken do gerente? Cumprir a tabela? Seguir a marcha da morte? Ou resolver o problema?

Por incrível que pareça nem sempre a ultima opção é a escolhida. Isso é triste por que as vezes parece que no Brasil em muitas empresas se instaurou a cultura do TCR(Tirar Cú da Reta). E cada vez mais e mais coisas são feitas para subir os níveis de TCR ao invés em focar para resolver o problema.

Por que isso Acontece?

Por que as pessoas tem medo. Em outros casos as pessoas ficam inseguras. Ainda existe a possibilidade da pessoa estar com o medo de perder o emprego por incompetência ou por ter um perfil que não se encaixa na realidade do mercado de trabalho.

De Novo a Necessidade de Construir um Time

Em um time de verdade as pessoas se apóiam e tentam bloquear as coisas ruins umas das outras e se ajudam para melhorar os problemas. Esse time através de reflexão e tempo vai melhorando e crescendo como equipe. As melhores amizades que tenho vieram de times e não de grupos, o problema é que na maioria das vezes as empresas tem grupos.

Popular posts from this blog

Telemetry and Microservices part2

Installing and Running ntop 2 on Amazon Linux OS

Fun with Apache Kafka