Não falhe rápido, Avalie e corrija o rumo!

Ultimamente a comunidade ágil vem falando sobre o "Fail Fast". Que seria em prática algo do tipo: "Se tiver que errar erre o mais rápido possível para corrigir" eu discordo dessa visão. De novo estamos falando de riscos, essa é uma afirmação muito forte para ser declarada livre de um contexto.

O importante na verdade é avaliar e fazer alguma coisa e isso que deve ser feito rápido e muito rápido. Isso dá um foco diferente a essa visão do *agile*. Muitas vezes em um projeto não podemos dispersar nem tempo nem dinheiro. Tudo é sobre custo e riscos!

Quando se trabalha com um planejamento estratégico e você tem o cascateamento de custos e objetivos é necessário reavaliar e corrigir rumos e isso deve ser feito de forma não linear. Isso significa que o nível tático não é o suficiente. O Scrum estaria nesse nível mais tático.

Olhando para o RUP

O RUP possui o conceito de fases, de facto muito pouca gente entende de verdade para que elas servem e por que é importante usa-las. Os marcos das fases também são momentos de correção de rumos. A diferença deve ser em o que é um momento de verificação clara e o que é a gerencia por exceção.



Se não existir essa diferenciação você cria overhead para a gerencia e o gerente de projetos pode virar o famoso piloto de project. Existem momentos específicos para realizar avaliações e se juntarmos o RUP com o Scrum esses momentos seriam as fases + as reuniões(diária, sprint meeting, retrospectiva) do Scrum.

O RUP possui uma certa deficiente de curto prazo e foco nas pessoas isso o *agile* e suas metodologias com o Scrum e XP no ajudam nesse sentido, mas existem deficiências de médio/longo prazo do outro lado, então você deveria considerar usar os dois!

Quando corrigir o Rumo?

Bom uma vez sabendo os momentos você deve saber o porque! Esse por que pode ser relativo para a maioria das pessoas, muito mais complicado do que uma aferição básica de calendário. Então qual é um bom indicador? Custo e riscos são eficientes para isso. Se quiser algo mais apurado você pode definir KPIs via BSC para os seus objetivos do projeto ou da empresa.

Ajustando a sua percepção

Nessa hora os gráficos são seus amigos! Gráficos de exposição a risco, gráficos de evolução do projeto e gráficos que indiquem as suas KPIs podem facilitar o seu trabalho na hora de avaliar e depois agir.

Em um projeto, principalmente no inicio você tem que aprender a lidar com a sua ansiedade se não você pode fazer uma execução muito lenta e turbulenta, os planos ajudam muito nesse sentido e não é perda de tempo.

Quanto mais rápido você fizer essa percepção melhor, mas mesmo assim você tem que lidar com a ansiedade. Os riscos são o seu juízo dependo do risco associado você sabera se deve fazer algo agora ou se isso pode esperar para o próximo ciclo.

Existem indicadores de qualidade muito mais apurados do que o seu fracasso, ou até mesmo seu sucesso. Entregar o software no prazo e conforme o cliente pediu não necessariamente pode significar sucesso. As vezes o problema só aparece na fase de produção/operação.

Popular posts from this blog

Telemetry and Microservices part2

Installing and Running ntop 2 on Amazon Linux OS

Fun with Apache Kafka