SOA: Cuidado com o Lock-In.

Hoje em dia essa com certeza é uma palavra que está no top 10 das Buzzwords dos vendors de soluções como Oracle, IBM e BEA. Todos tentam lhe vender SOA, mas eu pergunto será mesmo que isso é possível? Bom se a resposta de vocês foi sim, vou mudar a pergunta. É possível vender uma solução chamada "Compre e você será Feliz"? Bom acho que agora alguem deve ter respondido não, :). Não é possível vender SOA.

SOA é uma filosofia ou você desenvolve seus sistemas com isso em mente sempre ou nunca terá isso. Não é possível ter SOA em um produto, pelo menos não para sempre. Ok, mas e quanto a um ESB? ESB é uma excelente solução mas é uma solução para integração. Não é uma solução para qualquer problemas de uma empresa corporativa diferente do que diz a ORACLE.

Então ESB é uma grande inimigo e um grande Lock-In? Na maioria das vezes sim, que é caso da Oracle com o BPEL e o da Sonic. Bom sem falar que o BPEL da oracle ainda é muito instável e você conta facilmente nos dedos os casos de sucesso hoje em dia. Talvez isso mude mas hoje, é complicado.

O Pessoal da JCP fez um remédio para o Lock-In de um ESB que é a especificação JBI a qual o ServiceMix da Apache implementa. Na minha opinião o melhor ESB do mercado hoje.

Como diz o Jim Webber o que importa é a maneira que você encara seus sistemas. Você pode ter SOA com WebServices, Contrato e Meta-Data. SOA é uma filosofia que acredita em dar valor ao negócio, não meramente em uma sistema de interação. Mas os vendors se aproveitaram disso para criar uma nova onda de Lock-In.

Pense com cuidado quando um vendor lhe oferecer uma solução SOA. Muitas vezes a sugeria só vai para de baixo do tapete. A Solução está na concepção arquitetural dos sistemas que podem ser feitos com WebServices ou com arquiteturas mistas contendo por exemplo EJB, JMS ou até mesmo um ESB.

Abraços.

Popular posts from this blog

Telemetry and Microservices part2

Installing and Running ntop 2 on Amazon Linux OS

Fun with Apache Kafka